Loading...

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Quantos esmaltes vencidos você tem na sua vida?

Hoje só querendo repostar o post do blog Depois dos 25

Esse é um blog que leio com frequência e se pudesse inúmeros outros posts já teria colocado aqui. E esse é mais um daqueles posts que nos faz refletir e penso da mesma forma, parece que estmaos meio que em sintonia.




Quantos esmaltes vencidos você tem na sua vida?

- 2007!? Não pode ser!
Esse foi meu grito ao constatar que metade de tudo o que estava na minha bolsinha de esmaltes estava vencido. 5 anos! é muita coisa!
E sabe quantas mudanças de casa eu fiz desde então? 3 mudanças! Isso mesmo, em todas as essas mudanças eu estava carregando junto a mim um peso morto. Desculpe tanta exclamação, mas estou mesmo impressionada.
Numa fase de limpar tudo o que não quero mais na minha vida, estou começando pelo físico, por coisas, afinal são muito mais fácies de desapegar do que sentimentos.
Mas eu me senti uma idiota carregando esmaltes (peso) que nunca mais me serviriam. Essa simples limpezinha muito me ajudou a pensar em todos os desejos que estou carregando e não preciso mais. Isso mesmo “desejos”.
Por vezes, ainda me pego almejando chegar a locais que já não tem mais valor para mim. Sejam locais no sentido profissional, amoroso ou pessoal. Se eu não cheguei lá, ainda vale lutar? A vida muda, o gosto muda, mas muitas vezes ainda vamos carregando restos que nos consomem.
Eu parei de usar aqueles esmaltes, porque eu não gostava mais daquelas cores. E ao invés de me desfazer, deixei lá, porque eu comprei, eu tinha que usar! Não, não é assim. Eram cores que eu usava porque tinha 25 anos e combinavam com o meu momento. Hoje tenho 31. O que eu estou esperando? Voltar a ter 25 anos para usar aquelas cores novamente?
Alguns desejos só fazem sentido quando estamos em determinada fase. Depois dela temos que dar uma analisada rápida e ver que até são desejos bacanas, mas já não combinam mais com a gente.
O problema não é ficar carregando o peso de desejar algo que nunca mais poderá ter, mas estar tão carregada que não consegue abrir espaço para desejos novos e “usáveis”. Voltando aos esmaltes? Muitas vezes deixei de comprar cores novas porque lembrava que minha bolsinha estava cheia. Hoje sei que ela estava cheia de lixo. Abri espaço para novas cores no esmalte e na vida.
Não estou falando de desistir de sonhos, mas de muitas coisas na sua vida que já não tem mais validade, mas nem por isso você teve o desprendimento de jogá-las fora.
Quantos esmaltes vencidos você tem na sua vida? Aproveite o final de semana para jogar esmaltes fora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário