Loading...

terça-feira, 24 de abril de 2012

Vamos estudar um pouco de crase?


Hoje vou postar as regras da crase, pois em todo concurso tem uma questão dessa e no concurso da prefeitura de Manaus (implurb, Dr Thomas e outros) constou alguma coisinha sobre crase, então lá vamos nós (eu) relembrar.

 CRASE - REGRAS

Conceito: é a fusão de duas vogais da mesma natureza. No português assinalamos a crase com o acento grave (`). Observe:
 Obedecemos ao regulamento.
                  ( a + o )
Não há crase, pois o encontro ocorreu entre duas vogais diferentes. Mas:
 Obedecemos à norma.
                ( a + a )
crase pois temos a união de duas vogais iguais ( a + a = à )

Regra Geral:
Haverá crase sempre que:
I.                   o termo antecedente exija a preposição a;
II.                 o termo conseqüente aceite o artigo a.

Fui à cidade.
( a + a = preposição + artigo )
( substantivo feminino )

Conheço a cidade.
( verbo transitivo direto – não exige preposição )
( artigo )
( substantivo feminino )

Vou a Brasília.
( verbo que exige preposição a )
( preposição )
( palavra que não aceita artigo )

Observação:
Para saber se uma palavra aceita ou não o artigo, basta usar o seguinte artifício:
I.                   se pudermos empregar a combinação da antes da palavra, é sinal de que ela aceita o artigo
II.                se pudermos empregar apenas a preposição de, é sinal de que não aceita.

Ex:      Vim da Bahia. (aceita)
         Vim de Brasília (não aceita)
         Vim da Itália. (aceita)
         Vim de Roma. (não aceita)

Nunca ocorre crase:

1) Antes de masculino.
Caminhava a passo lento.
           (preposição)

2) Antes de verbo.
Estou disposto a falar.
                  (preposição)

3) Antes de pronomes em geral.
Eu me referi a esta menina.
(preposição e pronome demonstrativo)

Eu falei a ela.
(preposição e pronome pessoal)

4) Antes de pronomes de tratamento.
Dirijo-me a Vossa Senhoria.
(preposição)

Observações:
 1. Há três pronomes de tratamento que aceitam o artigo e, obviamente, a crase: senhora, senhorita e dona.
Dirijo-me à senhora.

2. Haverá crase antes dos pronomes que aceitarem o artigo, tais como: mesma, própria...
Eu me referi à mesma pessoa.

5) Com as expressões formadas de palavras repetidas.
Venceu de ponta a ponta.
                    (preposição)

Observação:
É fácil demonstrar que entre expressões desse tipo ocorre apenas a preposição:
Caminhavam passo a passo.
                        (preposição)

No caso, se ocorresse o artigo, deveria ser o artigo o e teríamos o seguinte: Caminhavam passo ao passo – o que não ocorre.

6) Antes dos nomes de cidade.
Cheguei a Curitiba.
      (preposição)

Observação:
Se o nome da cidade vier determinado por algum adjunto adnominal, ocorrerá a crase.
Cheguei à Curitiba dos pinheirais.
                          (adjunto adnominal)

7) Quando um a (sem o s de plural) vem antes de um nome plural.
Falei a pessoas estranhas.
 (preposição)

Observação:
Se o mesmo a vier seguido de s haverá crase.
Falei às pessoas estranhas.
(a + as = preposição + artigo)

Sempre ocorre crase:


1) Na indicação pontual do número de horas.
Às duas horas chegamos.
(a + as)

Para comprovar que, nesse caso, ocorre preposição + artigo, basta confrontar com uma expressão masculina correlata.
Ao meio-dia chegamos.
(a + o)

2) Com a expressão à moda de e à maneira de.
A crase ocorrerá obrigatoriamente mesmo que parte da expressão (moda de) venha implícita.
Escreve à (moda de) Alencar.

3) Nas expressões adverbiais femininas.
Expressões adverbiais femininas são aquelas que se referem a verbos, exprimindo circunstâncias de tempo, de lugar, de modo...
Chegaram à noite.
(expressão adverbial feminina de tempo)

Caminhava às pressas.
(expressão adverbial feminina de modo)

Ando à procura de meus livros.
(expressão adverbial feminina de fim)

Observações:
No caso das expressões adverbiais femininas, muitas vezes empregamos o acento indicatório de crase (`), sem que tenha havido a fusão de dois as. É que a tradição e o uso do idioma se impuseram de tal sorte que, ainda quando não haja razão suficiente, empregamos o acento de crase em tais ocasiões.

4) Uso facultativo da crase
Antes de nomes próprios de pessoas femininos e antes de pronomes possessivos femininos, pode ou não ocorrer a crase.
Ex:      Falei à Maria.
      (preposição + artigo)

         Falei à sua classe.
      (preposição + artigo)

         Falei a Maria.
      (preposição sem artigo)

         Falei a sua classe.
      (preposição sem artigo)

Note que os nomes próprios de pessoa femininos e os pronomes possessivos femininos aceitam ou não o artigo antes de si. Por isso mesmo é que pode ocorrer a crase ou não.

Casos especiais:

1) Crase antes de casa.
A palavra casa, no sentido de lar, residência própria da pessoa, se não vier determinada por um adjunto adnominal não aceita o artigo, portanto não ocorre a crase.
Por outro lado, se vier determinada por um adjunto adnominal, aceita o artigo e ocorre a crase. Ex:
Volte a casa cedo.
(preposição sem artigo)

Volte à casa dos seus pais.
(preposição sem artigo)
(adjunto adnominal)

2) Crase antes de terra.
A palavra terra, no sentido de chão firme, tomada em oposição a mar ou ar, se não vier determinada, não aceita o artigo e não ocorre a crase. Ex:
Já chegaram a terra.
(preposição sem artigo)

Se, entretanto, vier determinada, aceita o artigo e ocorre a crase. Ex:
Já chegaram à terra dos antepassados.
(preposição + artigo)
(adjunto adnominal)

3) Crase antes dos pronomes relativos.
Antes dos pronomes relativos quem e cujo não ocorre crase. Ex:
Achei a pessoa a quem procuravas.
Compreendo a situação a cuja gravidade você se referiu.

Antes dos relativos qual ou quais ocorrerá crase se o masculino correspondente for ao qual, aos quais. Ex:
Esta é a festa à qual me referi.
Este é o filme ao qual me referi.
Estas são as festas às quais me referi.
Estes são os filmes aos quais me referi.

4) Crase com os pronomes demonstrativos aquele (s), aquela (s), aquilo.
Sempre que o termo antecedente exigir a preposição a e vier seguido dos pronomes demonstrativos: aquele, aqueles, aquela, aquelas, aquilo, haverá crase. Ex:
Falei àquele amigo.
Dirijo-me àquela cidade.
Aspiro a isto e àquilo.
Fez referência àquelas situações.

5) Crase depois da preposição até.
Se a preposição até vier seguida de um nome feminino, poderá ou não ocorrer a crase. Isto porque essa preposição pode ser empregada sozinha (até) ou em locução com a preposição a (até a). Ex:
Chegou até à muralha.
(locução prepositiva = até a)
(artigo = a)

Chegou até a muralha.
(preposição sozinha = até)
(artigo = a)

6) Crase antes do que.
Em geral, não ocorre crase antes do que. Ex: Esta é a cena a que me referi.
Pode, entretanto, ocorrer antes do que uma crase da preposição a com o pronome demonstrativo a (equivalente a aquela).
Para empregar corretamente a crase antes do que convém pautar-se pelo seguinte artifício:
I.                   se, com antecedente masculino, ocorrer ao que / aos que, com o feminino ocorrerá crase;
Ex:      Houve um palpite anterior ao que você deu.
                                      ( a + o )
         Houve uma sugestão anterior à que você deu.
                                      ( a + a )

II.                 se, com antecedente masculino, ocorrer a que, no feminino não ocorrerá crase.
Ex:      Não gostei do filme a que você se referia.
              (ocorreu a que, não tem artigo)
         Não gostei da peça a que você se referia.
               (ocorreu a que, não tem artigo)

Observação:
O mesmo fenômeno de crase (preposição a + pronome demonstrativo a) que ocorre antes do que, pode ocorrer antes do de. Ex:
Meu palpite é igual ao de todos.
(a + o = preposição + pronome demonstrativo)

Minha opinião é igual à de todos.
(a + a = preposição + pronome demonstrativo)

7) há / a
Nas expressões indicativas de tempo, é preciso não confundir a grafia do a (preposição) com a grafia do (verbo haver).
Para evitar enganos, basta lembrar que, nas referidas expressões:
a (preposição) indica tempo futuro (a ser transcorrido);
(verbo haver) indica tempo passado (já transcorrido). Ex:
Daqui a pouco terminaremos a aula.
pouco recebi o seu recado.

FONTE: http://www.tudosobreconcursos.com/crase-regras



 EXERCITANDO

1.Preencha as colunas com a, as, à, às:

a) Monumento erigido ___ memória do mestre.
b) Dirigi-me ___ piscina.
c) O Brasil manifestou ___ Argentina toda solidariedade.
d) Fiéis ___ aspirações.
e) Chegaram ___ Estocolmo.
f) Quando voltarás ___ Curitiba da Rua das Flores?
g) Graças ___ Deus obedecemos ___ sinalização.
h) ___ minha mãe, que lhe dei eu?
i) Voltamos ___ casa antes da chuva.
j) Após ___ compras, retornemos ___ casa de tua avó.
k) De volta ___ terra, o pescador descansou.
l) A medalha foi dada ___ aluna mais aplicada, mas não ___ qualquer aluna.
m) Pedrinho traja-se ___ antiga.
n) Fui ___ São Paulo, ___ tardinha.
o) Sentei-me ___ beira do rio e passei ___ meditar.
p) Vaguei ___ míngua e sem conforto.
q) Eis a menina ___ quem dei um presente.
r) ___noite estava clara, e os namorados foram ___ praia ver a chegada dos pescadores que voltaram ___ terra.
s) Visava ___ vaga de chefe mais do que aspirava ___ de diretor.
t) O fenômeno ___ que aludi é visível ___ noite e ___ olho nu.


Respostas:
a)à – b)à – c)à – d)às – e)a – f)à – g)a, à – h)à ou a – i)a – j)as, à – k)a – l)à, a – m)à – n)a, à – o)à, a – p)à – q)a – r)a, à, a – s)à, à – t)a, à, a 

                                                  ***

Questões de crase para concurso.

1.Em qual alternativa o vocábulo “a” deve receber acento grave?
a) Pintou o quadro a óleo.
b) Fomos a uma aldeia.
c) Dirigiram-se a Vossa Excelência.
d) Voltou a casa paterna.
e) Começou a chover.

2.Assinale a alternativa cujas formas preenchem corretamente as lacunas:
1) Veio ___ Curitiba.
2) Referia-se ___ revistas publicadas.
3) Relatei o fato ___ certa pessoa.
4) Não irei ___ festa.
5) Fez alusão ___ viagem.
a) à, a, a, aquela, à
b) a, a, a, àquela, à
c) a, à, à, aquela, a
d) a, a, a, aquela, a
e) à, à, à, àquela, à
----
----
----

Gabarito:
1d . 2b 

****

Marque a alternativa que está grafada incorretamente e deveria ganhar uma crase:
1. (A) Dirigi a palavra a você.
(B) Dirigi a palavra a Vossa Majestade.
(C) Dirigi a palavra a Senhora.
(D) Dirigi a palavra a minhas tias.
(E) Dirigi a palavra a quem reclamava.
2. (A) Faço alusão a meu pai.
(B) Faço alusão a várias cidades.
(C) Faço alusão a primeira aluna da turma.
(D) Faço alusão a alguma aluna.
(E) Faço alusão a essa cidade aí.
3. (A) No verão, vamos a casa de meus tios.
(B) No verão, vamos a Minas Gerais ou a Goiás.
(C) No verão, vamos a Fortaleza e a Manaus.
(D) No verão, vamos a terra.
(E) No verão, vamos para a Bolívia e para a Venezuela.
4. (A) Saiu a andar a pé.
(B) Levam as moças a uma fuga.
(C) Ficou a discorrer a respeito dos estudos.
(D) A professora não chegou a tempo.
(E) Só as primeiras horas da noite pôde assistir a cerimônia.
5. (A) Ele doou a sua coleção a mim.
(B) Perdoamos a quem faltou.
(C) Ele escreveu uma carta a V. Sª.
(D) Leve-o aquele salão e não a este.
(E) Ela aspirava a uma carreira rendosa.
6. (A) Entreguei os convites a essa senhora.
(B) Não me refiro a tua casa, mas a de tua irmã.
(C) Estavam ali, frente a frente.
(D) Os marinheiros desceram a terra.
(E) Os filhos retornaram a casa.


Gabarito
1.c – Dirigi a palavra à Senhora
2.c – Faço alusão à primeira aluna da turma
3.a – No verão, vamos à casa de meus tios
4.e – Só as primeiras horas da noite pôde assistir à cerimônia
5.d – Leve-o àquele salão e não a este
6.b – Não me refiro a tua casa, mas à de tua irmã

*****


Para as questões de 01 a 34, assinale com ”C” as frases corretas e com “I “as Incorretas:

01) ( ) A assistência às aulas é indispensável

02) ( ) É expressamente proibida a entrada de pessoas estranhas

03) ( ) Nunca te dirijas à pessoas despreparadas

04) ( ) Não vai a festa nem a igreja: não vai a parte alguma

05) ( ) Usarias um bigode à Salvador Dali?

06) ( ) Notícias ruins vêm à jato, as boas à cavalo

07) ( ) Esta novela nem se compara a que assistimos

08) ( ) Não me referi a essas caixas, mas as que estão na sala

09) ( ) Florianópolis possui muitas praias, as quais visitaremos

10) ( ) Prefiro esta matéria a aquela que estudávamos

11) ( ) Obedecerei àquilo que for determinado em lei

12) ( ) O deputado foi a Grécia comprar vinho

13) ( ) O professor foi a Taguatinga comprar pinga

14) ( ) Vocês, caros alunos, ainda visitarão a Europa

15) ( ) Gostaria de ir a Curitiba dos pinheirais

16) ( ) Chegou a casa e logo se jogou na cama

17) ( ) Jamais voltou à casa paterna

18) ( ) Irei a cada de meus pais

19) ( ) Os turistas foram à terra comprar flores

20) ( ) Os marujos desconheciam à terra do capitão

21) ( ) Acabarão chegando à terra dos piratas

22) ( ) Será que aqueles astronautas voltarão a Terra?

23) ( ) A polícia observava os manifestantes a distância

24) ( ) Via-se, a distância de cem metros, uma pequena rocha

25) ( ) Diga a Adriana que a estamos esperando

26) ( ) Avisa a Adriana, minha filha, que amanhã teremos prova

27) ( ) O diretor fez alusões a sua classe e não a minha

28) ( ) O cônsul enviou vária cartas as suas filhas

29) ( ) O conselheiro jamais perdoou a Dona Margarida

30) ( ) Esta alameda frondosa vai até à chácara de meu pai

31) ( ) Os meninos cheiravam a cola

32) ( ) Eles viviam à toa, mas sempre à procura de dinheiro

33) ( ) Enriqueciam a medida que os vizinhos se empobreciam

34) ( ) Estamos esperando desde às oito horas da manhã

35) Assinale a alternativa em que não ocorre crase:
a) Cárter acusa Israel de criar obstáculos a paz
b) Presidente sírio pede a ajuda do Parlamento par vencer a corrupção
c) Itália pede a Alemanha extradição de nazistas
d) Poço na bacia de Campos leva Petrobrás a maior jazida já descoberta


Gabarito

01- C
02- C
03- I
04- C
05- C
06- I
07- I
08- I
09- C
10- I
11- C
12- I
13- C
14- C
15- I
16- C
17- C
18- C
19- I
20- I
21- C
22- I
23- C
24- I
25- C
26- I
27- I
28- I
29- C
30- C
31- C
32- C
33- I
34- I
35- B

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário